11 setembro 2012

Na vida tudo é incerto menos a morte e os impostos

As últimas medidas de restrições financeiras, anunciadas ao país, foram apresentadas como uma taxa extraordinária. Mas de taxa nada têm pois não se traduzem em contrapartidas diretas aos seus contribuintes.

Assim, deixa de ser uma contribuição social, como anunciado, para ser um imposto único. É mais fácil a aplicação de novos impostos que o corte das gorduras do Estado.

Sem comentários: