01 setembro 2013

Marketing Digital

As empresas portuguesas têm um longo caminho a percorrer na abordagem ao marketing digital.

Os mercados mais expostos ao exterior acabam por ser aqueles com um maior investimento alocado ao digital.

Mas existe um conjunto de razões para o investimento ser reduzido em Portugal.

Existem quatro barreiras estruturais no mercado português.

- insuficiente know-how digital
- processos de mercado com a segregação da compra da criatividade e dos meios
- falta de competências no mercado para definição de estratégia digital
- inexistência de metodologias publicadas que ajudem a estruturar o desafio da estratégia digital.

No entanto o uso destes canais acaba por ser muitas vezes superficial.

As áreas com tendência de crescimento no investimento são lideradas pelo mobile e pelas redes sociais, espelhando desta forma os comportamentos do consumidor.

O digital prefigura-se uma oportunidade gigante, mas que se encontra por explorar.

É por aqui (ambiente digital) que os consumidores passam cada vez mais tempo e desempenham um conjunto mais alargado de actividades - entretenimento, informação, educação, socialização e compra.

Tem muitas potencialidades - venda, pré-venda, promoção, consumer insight, competitive intelligence, crowdsourcing (http://pt.wikipedia.org/wiki/Crowdsourcing), etc

Alcance global para empresas potencialmente exportadoras.

Altamente eficaz e mensurável, permitindo fazer investimentos certeiros e com elevado retorno.

Não tem praticamente requisitos de escala.

Esta oportunidade está disponível para todos de forma global e será agarrada por aqueles que se movam primeiro e da forma mais inteligente, aplicando iniciativa e estratégia no marketing digital.

Sem comentários: