18 novembro 2013

Riscos crescentes no crédito à habitação na Grã-Bretanha

A correção nos preços das casas britânicas teve o mais rápido crescimento de risco citado pelos bancos numa pesquisa publicada pelo Banco da Inglaterra (BoE) na passada segunda-feira .
A última pesquisa semestral do banco central de ameaças económicas vistas pelos bancos, construtoras, seguradoras e gestores de ativos destaca o impacto de baixas taxas de juro sobre os preços das casas que têm subido acentuadamente.
Aumentou a perceção de risco em torno dos preços dos imóveis.

As preocupações surgem concentradas quase exclusivamente no mercado residencial, onde se foca o risco numa eventual correção dos preços das casas.
De acordo com o BoE, não existe bolha imobiliária.
O BoE informa que as duas maiores preocupações entre os bancos e outros players do setor financeiro se concentra nos níveis de dívida pública na Europa e nos Estados Unidos e a ameaça de uma recessão económica.

fonte:

Sem comentários: