11 abril 2013

Por quem é detida a dívida portuguesa ? (cont.)



Quanto às necessidades de financiamento da economia portuguesa, o documento da 'troika' e do FEEF refere que o nível de emissão de dívida antes da crise rondava os 10 a 12 mil milhões de euros por ano (7 a 8% do produto), as quais deverão ascender aos 14 a 15 mil milhões de euros em 2014 e 2015. A 'troika' recomenda que Portugal consiga uma extensão de sete anos para o prazo de pagamento do empréstimo.

Presentemente o ministro das Finanças, Vitor Gaspar, está na Irlanda a justificar o alargamento do prazo.

A Irlanda deverá receber apoio total, ao passo que o apoio a uma extensão dos prazos a Portugal poderá ser condicional, dependendo da capacidade de o executivo liderado por Passos Coelho encontrar medidas para compensar cerca de 1.300 milhões de euros, depois de o Tribunal Constitucional ter 'chumbado' quatro artigos do Orçamento do Estado deste ano.

Inicio

Sem comentários: