27 novembro 2012

Folha "gorda" de vencimento

O vencimento deste mês está reforçado. 

Para além do vencimento também chega o subsídio de Natal. Pois bem, poderá esta ser a última vez que quem recebe subsídio de Natal o irá receber de uma só vez, bem como o valor tenderá a encolher dado o aumento da carga fiscal prevista para 2013.

Assim, as recomendações da equipa do resgate financeiro também apontam para que no futuro, o subsídio de Natal seja repartido por todos os meses do ano.

Por isso, antes de gastar como em anos anteriores, nos presentes, deverá ser destinada uma parte do subsídio de Natal para poupança.

Assim, aproveitar este subsídio para constituir uma reserva de emergência pode ser uma opção acertada.

De acordo com a apresentação do OE2013 as perspectivas são negativas e constituir ou reforçar um fundo de poupança para garantir alguma eventualidade será adequado.

Essa poupança deverá ser constituída em aplicações financeira de baixo risco e se justificado, diversificada por várias instituições de crédito.

Sem comentários: