08 fevereiro 2011

Encomendas à indústria portuguesa disparam 24,7% em Dezembro
As encomendas à indústria aumentaram 24,7% em Dezembro do ano passado relativamente ao período homólogo, de acordo com informação prestada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). 
fontes:
Publico
Economico
Jornal de Negocios

mas a Agencia Financeira dá ênfase à quebra de encomendas, com o título:

Indústria: encomendas caem 3,4% num mês

As novas encomendas à Indústria caíram 3,4% em Dezembro, face ao mês anterior, revela o INE. Já em comparação com o mesmo mês de 2009, as encomendas registaram uma subida de 24,7%.

fonte: Agencia Financeira
Caixa Galicia vende Brisa

Caixa Galicia coloca à venda participação na Brisa de 2,29%, noticia a Bloomberg.

fontes:
Bloomberg
Diario Digital
A pressão continua

Portugal cada vez mais distante da intervenção externa mas as taxas persistem acima dos 7%. Várias casas de investimento consideram que o facto de Portugal ter conseguido vender 3,5 mil milhões de euros de dívida pública na passada segunda-feira (7) coloca o país mais distante da necessidade de ter de ser socorrido pela comunidade internacional. No entanto, ainda é cedo para respirar de alívio, pois o mercado continua a pressionar.

01 fevereiro 2011

Noticias do dia

Cobre sobe para máximo histórico - Níquel e alumínio subiram para níveis de 2008, beneficiando da instabilidade económica. Já o cobre está a negociar em máximos históricos.
 
Basílio Horta: Portugal deve fazer tudo para ser o Brasil europeu - O presidente da AICEP defendeu que o Brasil é um país "estruturante" para Portugal. Refere ainda que "O FMI era a pior coisa que podia acontecer a Portugal" - rejeita a entrada do FMI, afirmando que isso era a pior coisa que podia acontecer a Portugal.
 
Henrique Granadeiro: "FMI? Não obrigada" - O presidente da Portugal Telecom manifestou ser contra a entrada do FMI em Portugal e afirmou que a Grécia e a Irlanda em nada foram ajudadas pela intervenção do fundo e da União Europeia.